terça-feira, 4 de maio de 2010

EA quer voltar ao topo com Medal of Honor

A Electronic Arts espera que a nova remodelação na franquia Medal of Honor os coloque no top 10 dos shooters. 

Em entrevista ao site Gamasutra, Frank Gibeau, presidente do selo EA Games, admitiu que não ficou satisfeito com o resultado de Medal of Honor: Airborne, e quer que a EA volte a ser líder na categoria dos shooters. 



"Com Medal of Honor, vamos reiniciar a série para conseguirmos estar no top 10," disse ele. "Não fiquei satisfeito com as vendas de Airborne, e foi um projecto que eu herdei quando cheguei, foi mesmo nos últimos minutos. Basicamente tínhamos um mês para lançá-lo." 

"Por isso olhei para o futuro para ver aquilo que queria construir dento do selo Games, e nós queremos ser líderes mundiais na categoria dos shooters." 



"Olhámos para aquilo que tínhamos, para a propriedade intelectual, e para o talento que a nossa equipa tinha, para mim fazia todo o sentido trazer de volta Medal of Honor, mas tive que trazê-lo de volta sob uma nova forma com uma nova abordagem, e foi nisso que temos estado a trabalhar nestes últimos 18 meses. Até agora estamos bastante satisfeitos com a resposta a este reinício, e ainda não mostrámos quase nada." 

Gibeau disse também que esta reacção positiva foi algo bom, isto porque a EA planeia continuar com a série daqui para a frente, apesar de alguns dos anteriores títulos da série não terem tido o sucesso esperado. 

"Vamos estar no negócio Medal of Honor por um longo período," disse ele. "Ajudou a construir o género em termos da categoria dos shooters. Quando falámos com os consumidores vimos que ainda existe um sentimento forte e positivo sobre a marca. Houve tempos que foram muito difíceis, mas o objectivo é o de trazê-lo de volta de uma forma maior, melhor e mais cruel." 



"Penso que qualquer franchise que esteja por cá durante muito tempo, e que seja lançado todos os anos, acaba num beco sem saída acabando por não trazer muita inovação. As equipas trabalham num jogo todos os anos, e acabam por ficar cansadas, ficam sem tempo e sem fôlego para serem inovadores e tentar tomar alguns novos riscos. Esse é o meu ponto de vista de como uma franchise pode acabar por enfraquecer." 

"Penso também que a componente online não teve a atenção devida. Qualquer shooter que se preze precisa de dar destaque ao online, penso que Battlefield: Bad Company é um bom exemplo disso, tal como Modern Warfare 2 e Halo. O poder de uma franchise na categoria shooter está na sua componente online e nos seus modos de jogo." 



Medal of Honor vai ser lançado em Dezembro para PC, Xbox 360 e PS3. Veremos se a EA vai conseguir fazer ressuscitar esta série que desta vez vai contar com adversários de peso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não seja tímido, faça seu comentário!
Seu comentário incentiva o Portal BRX a postar mais notícias.