domingo, 26 de junho de 2011

Batman: Arkham City – De A - Z


Batman: Arkham City chega as prateleiras em Outubro, e ainda tem muita coisa a ser desvendada e descoberta do jogo, mas muita coisa já sabemos e temos alguns detalhes do jogo, que tal descobrirmos um pouco mais sobre o que já temos de informação sobre este jogo.

A

Al Ghul, Talia – Ras’s Al Ghul tem uma participação interessante em Asilo Arkham, já que ele é um corpo que está no necrotério e desaparece no fim do jogo. Podemos esperar que ele e sua filha terão alguma aparição em Arkham City, e principalmente porque a atriz Stana Katic declarou que gravou as vozes para Talia, um dos interesses amorosos do Batman (e mão de um filho do Bruce Wayne).

Arkham City Missions – Fora a missão principal (25 horas de jogo), ainda teremos as ‘Arkham city Missions’ (mais 15 horas de conteúdo. Missões essas que irão incluir “caçar um serial killer”, desvendar mistérios, e vencer o Charada novamente em seus desafios ao Morcego.

B

Bane – Bane nasceu em uma prisão Caribenha e acabou sendo forçado a cumprir a pena de seu pai após o mesmo fugir. Bane se tornou famoso por quebrar a espinha do Batman no arco “A queda do Morcego”, e se você perder a batalha com ele, o primeiro chefe de Asilo Arkham, ele vai fazer a mesma coisa. A última vez que vimos ele, ele estava afundando na baia de Gotham pelo Batmóvel controlado remotamente pelo Morcego, mas com um potencial enorme de volta neste jogo, pois no finalzinho aparece boiando agarrado a uma caixa da droga Titan. E como o avatar dele já apareceu no site oficial, podemos contar com ele no jogo.

Batarang – Ferramenta importante do morcego, para acertar inimigos a distância e alvos necessários, e agora poderá encher o mesmo com carga elétrica e fritar painéis a distância.

Batclaw – A pistola para lançar o gancho e chegar aos alvos e gargulas a distância é outra presença garantida, e agora poderá ser usada em combo smais facilmente e ainda poderemos capturar objetos a distância.

Batmóvel – No primeiro jogo lançamos o carro no mar para deter Bane, mas com certeza o Batman já tem um novo. Mas não espere que poderemos pilotar o mesmo, provavelmente será mais uma aparição mesmo.

Batalhas com chefes – No primeiro jogo, as batalhas com chefes foram adicionadas depois no ciclo de produção do jogo, elas não haviam sido projetadas no jogo originalmente, por isso algumas eram bem chatas e estranhas. Mas já neste segundo jogo, elas foram desenvolvidas para serem parte da história também.

Bombas de Fumaça – Batman vai pode soltar uma dessas e sumir na fumaça. Quase como um ninja, e será útil em muito momentos cruciais para fugir de ser morto.

C

Challenge Mode – O Challenge Mode era um detalhe a mais que agradava e muito no primeiro jogo e oferecia desafios interessantes, e estará presente em Arkham City e melhorado.

Conroy, Kevin – A primeira vez que Kevin conroy dublou o Batman foi em 1992 no desenho “Animated Series” e desde então ele continua dublando, e vai dublar mais uma vez o Morcedo neste jogo.

Coringa – O arque-inimigo do Batman é, junto com o Duas-Caras e Hugo Strange, um dos três principais vilões do jogo. Sua cara detonada e a cadeira de rodas é resultado do uso da droga Titan, no primeiro jogo, mas não acredite que ele é inofencivo neste processo de recuperação.

Charadas – A cidade vai estar cheia de charadas pedindo para serem resolvidas. Desde as antigas pinturas de pontos de interrogação, ao novos e mais elaborados desafios feitos pelo Charada. E agora não teremos mais os mapas indicando os lugares das mesma, vamos ter que ralar para descobrir, interrogar inimigos.

D

Dini, Paul – O fato de Paul Dini estar escrevendo este segundo jogo também é excelente. Ele escreveu os episódios de “The Animated Series” e criou a Harley Quinn (Arlequina). E, assim como no primeiro jogo, podemos ter certeza de uma excelente história.

Duplo TakeDowns – A nova adição aos combos e pancadarias do jogo serão os duplos takedowns, onde poderemos finalizar dois inimigos de uma vez só.

Duas Caras – Harvey Dent é o maior vilão em Arkham City, e sempre tomas suas decisões jogando sua moeda. E ele vai ser o vilão da história principal desta vez.

E

Easter Eggs -Asilo Arkham tinha um dos melhores easter eggs de jogos que já vi – um teaser para sua continuação. Era só se deslocar até o escritório de Warden Sharp, e no canto esquerdo explodir uma parede com gel e curtir as informações sobre o projeto de Arkham City que estão espalhadas ali. E a produção do jogo já disse que teremos um easter egg parecido, uma dica para um possível terceiro jogo? tomara mesmo.

O Espantalho – O dr Jonathan Crane é um louco que joga seus pacientes e inimigos contra seus maiores temores usando gases tóxicos contra eles. As fases contra ele no jogo anterior eram muito bacanas, e seria um loucura a Rocksteady não colocar nada neste novo jogo.

F

Facções – Três facções patrulham as ruas de Gotham: os homens do Coringa, do Duas Caras e do Hugo Strange. Elas estarão sempre em conflito por território e as áreas controladas por cada uma das facções tem diferentes características no ambiente.

Freeflow Combat – O sistema de combate clássico do primeiro jogo vai voltar e com certeza com melhorias e com novos movimentos e finalizações para nosso deleite.

Sr Frio – No primeiro jogo apenas temos o vislumbre da cela congelada de Frio, mas sem nenhum contato com o mesmo, mas existem muitas chances de ele aparecer neste segundo jogo.

G

Gel Explosivo -A ferramenta para abrir caminhos e atordoar e derrubar inimigos está devolta e com as mesmas funcionalidades.

Gárgulas – O Batman é um predador e passa a maior parte do seu tempo no alto, observando sua vítima. No primeiro jogo, passamos muito tempo em cima de gárgulas espreitanto e calculando o próximo movimento, e pode-se saber que em Arkham City teremos mais gárgulas para subir e espreitar.

Grundy, Salomão – O Zumbi Salomão Grundy – um assassino que teve seu corpo jogado no pantâno e depois reanimado – não está no radar de vilão do jogo para ninguém, mas a imagem de seu avatar pipocou na tela e logo depois desapareceu. Podemos deduzir que teremos alguma participação dele no jogo.

H

Hamill, Mark – Mark Hamill tem dublado o Coringa desde os anos 90, tanto na série animada, quanto no game que saiu para o Sega CD. E, a não ser que mude, este jogo será a despedida de Hamill na dublagem do Coringa, ele disse que será sua última dublagem do personagem.

Helicopteros – Sobre as ruas de Gotham, os helicopteros da polícia varrem as ruas da cidade. E se você subir até os telhados dos prédios, e você vai poder se agarrar a eles e usar como meio de transporte.

I

Isley, Pamela – A Hera Venenosa já teve sua breve aparição no site oficial, o que significa que ela terá um possível retorno neste jogo, só resta saber se como uma das vilãs principais, ou apenas alguma aparição ou alvo de alguma missão secundária.

K

Kyle, Selina – A Mulher-Gato terá parte importante na trama, par amoroso do herói e terá partes do jogo que serão jogáveis com ela. Ou seja, podemos esperar muito dela, além de beleza, muita ação.

Killer Croc – Este grande monstro verde não luta com o Batman diretamente no primeiro jogo, mas por algumas imagens conceito que já vazaram do jogo, pode ser que dessa vez tenhamos que lutar diretamente com ele.

N

Nigma, Edward – O Charada vai estar pregando suas peças no Batman neste jogo também, mas não será tão tranquilo quanto era no primeiro jogo, onde precisavamos apenas seguir pistas. Agora teremos que lidar com verdadeiras armadilhas.

O

Oráculo – A filha do comissário Gordon ajudou o Batman de fora o tempo todo no primeiro jogo. Mas agora, não mais. Ele foi sequestrada e sumiu, então acho que não será surpresa se tivermos que salvar ela em algum momento do jogo.

Outubro – 21 de outubro de 2011. Marque a data no seu calendário, é a data de lançamento do jogo.

P

Prisão Blackgate – Com toda a atenção para o Asilo Arkahm, no primeiro jogo a prisão de Blackgate não teve muita atenção. Mas agora em Arkham City a situação é diferente, já que é um junção do Asilo com o prisão, então teremos que lidar com loucos e bandidos.

Poços de Lázarus – são píscinas químicas com poderes curativos o suficiente para ressuscitar uma pessoa, e uma excelente maneira de trazer devolta personagens machucados ou mesmo mortos. Brilhantemente, existe um dentro da Batcaverna, então não se surpreenda se ele entrar em ação em algum momento. (Será que teremos Bane quebrando o Batman?)

Pennyworth, Alfred – Já que a Oráculo está sumida, será Alfred que estará no radio com o Batman para ajuda-lo em sua jornada – presumidamente direto da BatCaverna.

Pinguim – O vilão e seu clube, o Iceberg Lounge vão estar no jogo. Agora resta saber se ele será mais um vilão, ou um informante do submundo.

Q

Quadrinhos – “The Road to Arkham” é uma edição única de 16 páginas que será dada por alguns vendedores como bonus se você comprar o jogo em pré-venda, e vai detalhar os minutos que antecedem a abertura. Mas também teremos terá uma mini-série em 6 partes escritas por Paul Dini, que vai cobrir o que aconteceu entre os dois jogos. E ainda vão ter suplementos de 8 páginas nesta mini-série que vai cobrir as histórias “laterais” do jogo. E serão lançadas em formato digital e impresso.

Quinzel, Dr Harleen Frances – Ou, como a conhecemos, a Arlequina, vai estar novamente ao lado de seu amado, o Coringa, e atazanando a vida do Morcego.

R

Reféns – Paramédicos tolos, guardas e repórteres que ficaram muito perto do complexo, ou mesmo dentro serão capturados e feitos de refém – e você sabe que o Batman não pode deixar nenhum inocente morrer. Ou seja, você terá muitas missões para libertar reféns e abrir seu caminho.

Ryder, Jack - Repórter de um jornal local que é pego no meio da guerra, e que vai precisar da ajuda do Batman, mesmo o Batman não sendo fã de seu trabalho.

Robin – O sidequick mais famoso do Batman também vai estar no jogo, apenas disponível para o modo Challenge e ainda mais, para quem comprar o jogo em pré-venda na Gamestop.

S

Sequências de Criptografia – No primeiro jogo o Batman usava deste recorso para hackear portas e sobrecarregar eletrônicos. Agora o equipamento poderá hackear conversas de rádio entre os vilões e seus capangas. Imagine quais “easter eggs” não poderemos encontrar em frequencias escondidas e ouvi-las.

Sharp, Quincy – Agora ele é prefeito de Gotham e responsável pelo projeto de expansão do Asilo para uma cidade. E como o Batman desconfiáva, ele é tão louco quanto seus pacientes, e ainda colocou o dr Hugo Strange pra comandar a sua Arkham City.

Sionis Indústrias – Já vimos várias partes desta indústria nas imagens que já saíram. O dono dela é o Máscara Negra, um dos grandes inimigos do Batman, mas o vilão em si não está cotato a aparecer no jogo.

Strange, Hugo – É o diretor de Arkham City, e também obcecado em derrubar o Batman. E se for seguir como nos quadrinhos, ele vai estar obcecado em ser o Batman.

Submundo – Ou seja, o mundo de Arkahm city, que será muito mais complexo e lindo que o Asilo do primeiro jogo, e você poderá usar tantos os telhados da cidade, quanto os esgotos e caminhos que o submundo oferece para alcançar seus objetos, passar despercebido.

T

Toxina do Medo -A toxina do Espantalho cria alucinações poderosas nas mentes daqueles que são expostos a ela e acabaram levando as fases mais estranhas do primeiro jogo, e também alguns dos momentos mais memoráveis do jogo (como ser o jovem Bruce Wayne no Beco do Crime, jogar a abertura do jogo como se fosse um dos pacientes), e é bem provável que ela volta de alguma maneira mais poderosa neste segundo jogo.

Teatro Monarch – É onde verdadeiramente o Batman nasceu. Pois após deixar o teatro, entrando no “Beco do Crime”, o jovem Bruce Wayne viu seus pais serem assassinados por Joe Chill. E o teatro aparece em algumas screens já reveladas, então podemos esperar um momento dramático do Morcego por ali.

Tribunal de Justiça Solomon Wayne – o tribunal de justiça é a base do Duas-Caras, e você terá que passar por lá para salvar a Mulher-Gato.

Titan – Titan é a droga que o Coringa usa no primeiro jogo, tanto nos outros como em si mesmo. E apesar do Batman ter destruído as reservas da Droga, ao menos uma caixa da droga sobreviveu.

Tyger – A armada contratada por hugo Strange para executar o Batman. Eles tem rifles de assalto, rifles de sniper e armaduras, e serão adversários duros no jogo.


Takedows com armas – Batman não usa armas de fogo, mas não tem problema algum para usar alguns tipos de armas de contato para acertar seus inimigos. E desta poderemos usar alguns canos, escudos e aumentar a gama de dor inflingida aos inimigos.

V

Visão Detetive -O modo de visão detetive era uma ferramenta poderosa no primeiro jogo, mas até o extremo, que grande parte dos jogadores ficava o tempo todo assim no jogo. Para este segundo jogo, ainda vai estar presente, mas não vai ser tão poderosa quanto no primeiro jogo.

Venom – A droga originalmente usada por Bane, foi potencializada pelo Titan no primeiro jogo. E provavelmente vai aparecer denovo neste jogo.

X

XP -Como no primeiro jogo, você será recompensado com XP para aumentar suas habilidades e upgrades em seus equipamentos.

Z

Zsasz, Victor – O primeiro vilão a apanhar no primeiro jogo, e ele estará devolta para apanhar mais um pouco do Batman. Ele faz uma marca em seu corpo em cada vítima nova e você terá de caçá-lo em uma das missões secundários.