terça-feira, 28 de junho de 2011

A história do Dual Shock


Talvez esse seja o design mais icônico no mundo dos controles, e certamente o mais duradouro. Hoje vamos relembrar os 15 anos dos joysticks de PlayStation.
A aparência básica dos controles criados pela Sony passou por pequenas mudanças desde que chegou ao mercado, em 1994, junto com o PSone. Considerando que algumas empresas gostam de mudar radicalmente seus acessórios a cada geração (em média quatro ou cinco anos), a persistência (insistência?) da Sony resultou em um design que se tornou familiar para qualquer pessoa que tenha jogado videogame a partir da segunda metade da década de 90.
Além do formato icônico de “guidão”, os controles da família PlayStation também ficaram conhecidos por usar símbolos, em vez de letras, para designar os botões. Teiyu Goto, o responsável por essa decisão de design, disse uma vez, em entrevista à Famitsu: “Na época, outras empresas colocavam letras do alfabeto ou cores nos botões. Queríamos algo simples de lembrar, por isso escolhemos os ícones ou símbolos e eu inventei a combinação de triângulo-círculo-X-quadrado logo depois. Dei um significado e uma cor a cada símbolo”.
“O triângulo representa ponto de vista; eu fiz com que ele representasse uma cabeça, ou direção, e pintei-o de verde. O quadrado é um pedaço de papel, representando menus ou documentos, e ficou rosa. O círculo e o X representam as decisões ‘sim’ e ‘não’, então os fiz em vermelho e azul, respectivamente. As pessoas achavam que as cores estavam bagunçadas, então eu tive que reforçar para o gerenciamento que era isso que eu queria.”
Na galeria você vê a história desses controles, desde o primeiro, de 1994, até o atual DualShock 3. Não incluímos nenhuma pistola ou acessório como o Move – só os joysticks.
[Foto: Um Sixaxis - Kenny Louie/Flickr]