terça-feira, 14 de junho de 2011

THQ fecha estúdio de Homefront nos EUA


A produtora THQ confirmou o fechamento de dois estúdios. O Kaos Studios, em Nova York, foi responsável pelo shooter Homefront. O THQ Digital Warrington, no Reino Unido, produziu recentemente Red Faction: Battlegrounds.
Mas teria sido por causa das vendas dos jogos, do custo das operações ou da combinação desses dois fatores? A resposta tem palavras mais “corporativas”.
Segundo o comunicado por email da THQ, o game over faz parte de “um realinhamento estratégico” na estrutura da empresa. O desenvolvimento da série Homefront, agora, passa para o estúdio da THQ em Montreal (Canadá).
A produtora não respondeu nossas perguntas sobre os motivos dessas decisões, mas disse que está contratando para cargos em Montreal, Vancouver e Austin – e que os profissionais dos estúdios desligados poderão concorrer a essas vagas.
Segundo o Gamasutra, no final de março 17 funcionários do estúdio de NY haviam sido mandados embora, restando 70 profissionais por lá. O Kaos foi criado em Nova York em 2006, e seu primeiro jogo foi Frontlines: Fuel of War (2008). Homefront, lançado em março de 2011, tratava com certa ousadia de uma guerra em que os coreanos invadem os Estados Unidos. Apesar do tema interessante, ele acabou sendo apenas mais um jogo de tiro em primeira pessoa. Segundo a THQ, Homefront vendeu um milhão de cópias no mundo todo.
Já o Digital Warrington, ex-Juice Games, foi comprado pela THQ em 2006 e tinha atualmente 45 funcionários. O jogo mais recente do estúdio foi Red Faction: Battlegrounds, que vendeu pouco mais de 2.000, ainda segundo o Gamasutra.