segunda-feira, 29 de agosto de 2011

13 minutos de Metro Last Light


Aqui está a demonstração final de Metro: Last Light, shooter pós-apocalíptico que vem fazendo barulho desde a E3 2011. Nos capítulos anteriores, vimos os tiroteios na escuridão, a infiltração no comício nazista e a invasão ao trem inimigo. Agora, são 13 minutos de puro “gameplay” sem cortes.
Eu vejo sintomas dessa síndrome que contagia boa parte dos shooters atuais e fico preocupado. Uma síndrome chamada Call of Duty. Você conhece os sintomas: linearidade, cenas pré-programadas, câmera lenta desnecessária, techos sobre trilhos em algum veículo, script pesado.
Eu esperava que Last Light tentasse melhorar o que não deu tão certo em Metro 2033, mas parece que ele aos poucos vai se rendendo ao caminho fácil de fazer shooters modernos. Será?