quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Site poe a boca no trombone e diz que Nintendo não criou as inovações dos seus jogos como Mario Galaxy


A figura de Shigeru Miyamoto é normalmente associada à origem de toda a criatividade na Nintendo, mas segundo o site francês 01net, o criador de Mario é mais uma personalidade usada para o marketing da produtora japonesa que uma força criativa dentro dos estúdios. E mais: algumas ideias de jogos como Super Mario Galaxy sequer teriam surgido dentro da Nintendo, mas foram licenciadas por ela a partir de protótipos desenvolvidos por terceiros.

O site, que antecipou alguns detalhes do Wii U e recentemente sugeriu um novo design para o 3DS, diz que o conceito de Pikmin, por exemplo, foi pego emprestado de um RTS proposto por um designer desconhecido anos antes da Nintendo lançar o jogo. Na época, ele foi anunciado pelo próprio Miyamoto, que disse ter tido a ideia do jogo enquanto observada seu jardim, mas segundo o site isso não passou de uma jogada de marketing da Nintendo.

Já Super Mario Galaxy teria sido criado, ainda de acordo com o site, através do protótipo oferecido por alguém fora da Nintendo. Isso aconteceu após três conceitos de Mario 128 vindos dos estúdios internos da Nintendo terem sido rejeitados. A produtora de Kyoto comprou o projeto, colocou Mario e seus outros personagens e estava feito Super Mario Galaxy.

O site diz também que a Nintendo teria um gigantesco tesouro inexplorado, na forma de protótipos para jogos, frutos de um investimento grande em pesquisa nessa área.

A fonte do site seria alguém ligado à Nintendo e frustrado por algumas idiossincrasias dos executivos da empresa. Segundo ele, a Nintendo sofre de uma estrutura paralizante e anacrônica, típicas da cultura corporativa japonesa, e teria ainda a tendência de criar e manter mitos como o do designer brilhante e única fonte de toda criatividade. Na sua opinião, a Nintendo poderia resolver parte de sua crise olhando para os protótipos de jogos não aproveitados e dando visibilidade aos verdadeiros criadores dos jogos.