quarta-feira, 18 de março de 2015

Nvidia GTX Titan X: esta placa de vídeo absurdamente potente custa US$ 1.000

Nvidia GTX Titan XHá dois anos, a Nvidia anunciou sua primeira placa de vídeo Titan, baseada na arquitetura Kepler. Por algum tempo, ela foi a placa mais poderosa do mercado. Agora, a Titan X está pronta para reivindicar o trono.
A nova Titan X é a placa de vídeo com um chip gráfico mais rápida que existe, e parece superar de longe a GTX 980780Ti, e a Titan original.
Ela conta com a arquitetura eficiente Maxwell: os núcleos do chip gráfico são divididos em sub-blocos, e cada um possui um controlador próprio. Dessa forma, a Titan X consegue ser potente e consumir menos energia. Seu TDP (quantidade máxima de energia a dissipar) é de 250W, assim como a Titan original.
São 3.072 núcleos CUDA no total, com cerca de 8 bilhões de transistores – é o maior chip gráfico da Nvidia, e também o mais poderoso. Além disso, a Titan X tem 12 GB de memória GDDR5.
Para jogos, isso significa duas coisas. Em primeiro lugar, temos as aplicações em realidade virtual. A Titan X esteve por trás de demonstrações recentes do Oculus Rift, e à medida que mais headsets VR surgem no mercado, esta placa de vídeo se torna mais atraente. (O HTC Vive, por sua vez, usou apenas uma placa GTX 980 em demonstrações ao público.)
GTX Titan X e 4K
Em segundo lugar, temos jogos em resolução 4K a uma taxa de quadros razoável. A Titan X chega a 40 fps na qualidade máxima em títulos como Dying LightShadow of Mordor e Far Cry 4. Talvez não pareça muito – estamos acostumados a jogos em 60 fps – mas há alguns fatores a se considerar:
  • em cada quadro, esta placa de vídeo está produzindo o quádruplo de pixels que a resolução Full-HD – não é fácil chegar a 40 fps;
  • se você fizer overclock, vai conseguir 60 fps na resolução 4K em jogos como Battlefield 4;
  • se você usar uma resolução menos absurda, como 2560 x 1440, poderá jogar na qualidade máxima a cerca de 80 fps.
Crysis 3 na GTX Titan X
Crysis 3 em resolução 4K
Crysis 3 na GTX Titan X
Crysis 3 em resolução Quad HD
É o que indicam os testes do AnandTech: esta placa de vídeo é destruidora mesmo. Em desempenho, ela só fica atrás da AMD Radeon R9 295X2, que possui dois chips gráficos; e de duas placas GeForce GTX 980 ligadas via SLI.
E quanto custa tudo isso? Caro, né: a Nvidia vai cobrar US$ 1.000 pela Titan X, mesmo preço de sua antecessora. Provavelmente você não precisa de uma dessas, mas quem tem um monitor 4K, aspirações de usar realidade virtual e dinheiro sobrando já deve estar preparando o cartão de crédito. [Nvidia Blog]