segunda-feira, 13 de junho de 2011

Depois da SONY e Square-Enix, agora foi a vez da Codemasters ser Hackeada



A produtora de games britânica Codemasters enviou nesta sexta-feira (10) um aviso por email aos seus usuários para informar que sofreu uma grande falha de segurança online uma semana atrás.
A violação expôs informações pessoais dos jogadores, embora a publisher das séries Dirt e Operation Flashpoint afirme que informações de pagamentos não foram vazadas na invasão.
“Infelizmente, a Codemasters é a última vítima em um curso de ataques dirigidos contra as companhias de videogame“, disse a empresa no comunicado. “Nós garantimos que estamos fazendo tudo dentro de nossos meios legais para perseguir os culpados e tomar medidas em toda a extensão da lei.”
Em seu email, a empresa detalhou os tipos de informações que foram acessadas. “Acreditamos que as seguintes informações foram comprometidas: nomes e endereços de clientes, seus endereços de email, números de telefone, senhas criptografadas e histórico de pedidos. Por favor, note que nenhuma informação pessoal sobre pagamentos foi armazenada com a Codemasters, já que usamos provedores de pagamentos externos – ou seja, seus detalhes de pagamento não foram correm risco com essa invasão. ”
A produtora diz que, “na sexta-feira 03 de junho, ocorreu um acesso não autorizado ao nosso site Codemasters.com. Logo que a intrusão foi detectada, imediatamente tiramos a codemasters.com e suas associadas do ar, a fim de impedir qualquer intrusão maior.”
O hacker teve acesso ao site, à página da web usada para resgatar códigos VIP para o recém-lançado Dirt 3, à Codemasters Store e ao banco de dados para o fã-clube da produtora, o CodeM.
A invasão da CodeM expôs os seguintes dados, segundo a empresa: “Os nomes dos membros, nomes de login, endereços de email, data de nascimento, senhas criptografadas, preferências de newsletter, qualquer biografia inserida pelos usuários no seu perfil, detalhes das atividade no site, endereços de IP e Gamertags da Xbox Live”.
O comunicado continua: “Apesar de não termos a confirmação de que esses dados foram efetivamente transferidos para um dispositivo externo, devemos que presumir que, como o acesso foi bem-sucedido, todos esses detalhes foram comprometidos e / ou roubados”.
Desculpando-se pelo incidente, a empresa recomenda que os usuários alterem suas senhas e diz que qualquer dúvida ou preocupação devem ser enviados através do email custservice@codemasters.com.
A Codemasters tirou seu site oficial do ar, redirecionando-o para sua página do Facebook, onde é possível ver uma mensagem que diz que um “novo site será lançado ainda este ano.”
Aqueles que querem saber se foram afetados pela violação devem ficar de olho, pois um email da empresa deve chegar em breve. Ela alega que está “contatando todos os clientes que podem ter sido afetados diretamente“.